Em Odivelas…

Conferência muito participada! Audiência de cerca de 400 professores a lecionarem no município de Odivelas.

As TIC ao serviço do desenvolvimento de competências transversais. Ao serviço do desenvolvimento global do aluno.

SuperTabi 2019

Impressionante!

Mais de 900 professores e educadores numa conferência já com tradição no trabalho de introdução dos tablets na escola. Na Maia.

V Encontro Regional de Associações de Pais

Nos dias 5 e 6 de Abril, em Arruda dos Vinhos irá ter lugar o 5º Encontro Regional de Associações de Pais e Encarregados de Educação, subordinado ao tema «Educação 4.0». Terei todo o gosto em conversar com os pais e encarregados de educação presentes através da participação num painel para o qual tiveram a amabilidade de me convidar sobre ” A Educação na Era Digital”.
Um grande desafio e uma oportunidade para partilhar algumas ideias sobre o que pode ser feito nesta área.

LIDIA, presente!

Parabéns à CML pelo prémio com que foi distinguida na Semana ALV.

Parabéns, em particular ao Hélder Touças e Vanessa Veríssimo e Eng. Luísa Dornelas. Um prazer enorme ver o Projeto LIDIA como inspiração de um excelente trabalho de apropriação e de extensão a outros contextos. Continuemos a trabalhar!

GameCourse

Um novo projeto de investigação a dar os primeiros passos!
GameCourse: Melhorando a Aprendizagem na Universidade através da Gamificação (Improving College Learning with Gamification).
Concurso FCT para Projetos de IC&DT em todos os Domínios Científicos 2017.  [PTDC/CCI-CIF/30754/2017].

Ver mais informação sobre o projeto.

Privilégio

Um Simpósio que foi um privilégio! Por poder estar entre amigos tão distintos a pensar sobre um tema tão instigador.

Mais um ano com as tecnologias nas mãos dos miúdos!

Mais um encontro dos professores do Projeto Aprender Digital Amadora [1º.Ciclo], desta feita a culminar mais um ano de trabalho no terreno, em que os mais pequenos puderam usar as ferramentas digitais no contexto das suas atividades letivas.

 

Na imagem, a sessão de abertura do encontro. Um encontro que contou também com diferentes especialistas nacionais na área da utilização do digital pelos mais pequenos e em que estiveram presentes cerca de centena e meia de professores e educadores do concelho.

Viseu Educa

IV Fórum Viseu Educa, nos próximos dias 3 e 4 de julho, no Instituto Politécnico de Viseu. Este ano, o evento desenrola-se sob o tema “Quadrilátero da Educação”, tendo por base as quatro principais áreas de atuação do programa municipal VISEU EDUCA: Cidadania, Saber & Inovação, Inclusão e Artes & Multilingue.

Referencial, Formação Híbrida


 

Concluindo um longo processo de desenvolvimento de recursos de formação para o IEFP, tivemos hoje oportunidade de fazer a entrega formal dos produtos desta segunda fase de colaboração, referente à Formação de Formadores para a concretização de duas UFCD a distância. Trata-se do relatório final da implementação dos cursos de formação de formadores e o respetivo Referencial de Formação a Distância (modelo híbrido). Um trabalho pioneiro da responsabilidade de uma equipa do Instituto de Educação cuja coordenação assegurei e que muito prazer nos deu realizar. Obrigado especial à Carolina Pereira e Elisabete Cruz pela sua dedicação e elevada competência.

Em Rio Maior


Continuando a criar oportunidades para os professores explorarem as propostas de atividades com tecnologias desenvolvidas no projeto TACCLE2. Quase 4 anos depois, novamente em Rio Maior, numa das 6 escolas do país com Projeto Piloto de Inovação Pedagógica. Com a participação, indispensável, da Cidália Marques, uma entusiasta e incansável promotora da mudança na escola.

Conversas à Quinta

Dando continuidade às “Conversas à Quinta”, iniciativa conjunta da AFIRSE Portugal e do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, realizou-se passado dia 30 de novembro mais uma sessão, desta vez sobre Flexibilidade Curricular nas Escolas Portuguesas. Helena Peralta, Investigadora do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, convidou Hélder Pais, Diretor de Serviços de Desenvolvimento Curricular da Direção-Geral de Educação e Ana Cláudia Coelho, Diretora do Agrupamento de Escolas de Alcanena para conversarem sobre O projeto de autonomia e flexibilidade curricular dos ensinos básico e secundário no ano escolar de 2017-2018 (Despacho n.º 5908/2017, de 5 de julho).

Mais a Norte

A convite da Câmara Municipal de Barcelos e da sua rede de Bibliotecas, participaremos em breve no 7º ENCONTRO DE BIBLIOTECAS DE BARCELOS. Bibliotecas em Linh@: Agir, Articular, Transformar.

O evento terá lugar nos próximos dias 20 e 21 de outubro e tem como público alvo todos os professores e educadores dos concelhos de Barcelos e arredores.

11h00 | Aprender e Ensinar com Tecnologias | Fernando Albuquerque Costa

AAA-StepUp2-ICT

Stepping Up to Technology in Adult Education towards Awareness, Assessment and Access. Um novo projeto, de novo a nível europeu (ERASMUS +), para dar continuidade ao trabalho desenvolvido no LIDIA – Literacia Digital de Adultos.

Uma educação e uma formação de qualidade são fatores importantes para promover um desenvolvimento inteligente, sustentável e inclusivo. A educação de adultos pode contribuir significativamente para atingir esse objetivo. Sendo já uma referência explícita na agenda da UE desde 2006, a qualidade da aprendizagem dos adultos é sublinhada, em 2011, na Renewed  European Agenda for Adult Learning, apontando em particular para a importância de fazer uma melhor utilização das TIC para permitir o acesso a mais pessoas, explorar novas oportunidades para o ensino e a formação a distância e, em última instância, melhorar a qualidade da formação que é proporcionada. Continuar a ler “AAA-StepUp2-ICT”

Conferência plenária

IV ENCONTRO INTERNACIONAL DA CASA DAS CIÊNCIAS
O Currículo e o potencial pedagógico das Tecnologias Digitais

Resumo:
Nunca como hoje foi tão pertinente colocar no centro da discussão a relação entre Currículo e Tecnologias. Questionar o que significa essa relação para a comunidade educativa em geral e, em particular, para os professores e educadores, que têm a responsabilidade de decidir o que em cada momento é feito em contexto de aula, é o que no âmbito desta sessão se propõe para reflexão. Se, do ponto de vista curricular, não mais faz sentido a adoção de modelos de organização e de construção do currículo centrados nos conteúdos e na sua transmissão pelo professor, pelo manual escolar ou mesmo por recursos tecnologicamente mais evoluídos, o desafio será precisamente o de conseguir tirar partido do potencial das novas tecnologias para criar oportunidades de aprendizagem mais sugestivas, desafiadoras e consonantes com paradigmas humanistas, em que se privilegia a ação de cada um, a interação com os outros, a criação colaborativa, mas também o acesso direto às fontes, a materiais autênticos, a especialistas, enfim, ao conhecimento na sua forma mais genuína.

Mesa Redonda Prácticum 

Resumo:
Esta participação na segunda mesa redonda do encontro, teve como objetivo apresentar e refletir sobre os principais eixos estruturantes do modelo instituído na licenciatura em Educação e Formação do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa como estratégia de preparação dos futuros licenciados em educação e formação, enquanto especialistas preparados para intervir, de forma multifacetada e competente, em diferentes contextos educativos e formativos. Constituído por seis seminários semestrais, com um total de 47,5 ECTS, é um modelo em que os estudantes têm a oportunidade de vivenciar e experienciar, de forma progressiva e ao longo do plano de estudos, as diferentes valências de uma preparação que integra, em simultâneo, a aplicação dos conhecimentos teóricos adquiridos no curso e o conhecimento direto de atores e contextos de intervenção.

A propósito, aqui fica uma apresentação muito recente e muito clara sobre a Licenciatura em Educação e Formação oferecida pelo Instituto de Educação da Lisboa.

Aprender Digital

Arranque do Seminário de partilha de práticas. Do trabalho desenvolvido ao longo do ano. Na Seomara Costa Primo, Amadora, com a presença da Senhora Presidente da Cânara Municipal da Amadora e o Diretor do Agrupamento Amadora Oeste. As tecnologias nas mãos dos meninos…

Conferência na Casa das Ciências

Nos próximos dias 10, 11 e 12 de julho de 2017, a Casa das Ciências vai realizar o IV ENCONTRO INTERNACIONAL DA CASA DAS CIÊNCIAS. Um encontro que irá reunir na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa professores interessados no ensino das Ciências, incluindo a Matemática e as Tecnologias da Informação no ensino básico e secundário. Lá estaremos, a convite da organização, para fazer uma conferência plenária especialmente destinada, não a qualquer área das Ciências, mas às próprias Tecnologias de Informação. Ou seja, para professores que, nas escolas, mais diretamente estão ligados ao ensino das Tecnologias da Informação. A minha palestra terá como título “O Currículo e o potencial pedagógico das Tecnologias Digitais“, constituindo, pois, um contributo para que em conjunto possamos refletir sobre como é que as tecnologias podem contribuir para se atingirem os objetivos do currículo nacional, independentemente da área científica que consideremos. A conferência será moderada pelo colega Luís Valente, da Universidade do Minho, também ele um entusiasta desta coisas do ensinar e aprender com tecnologias.

Despedida na Sá da Bandeira

Foi a sessão de abertura da ação de formação Aprender Com Tecnologias o momento escolhido pelo Professor António Amendoeira, Diretor do Centro de Formação da Lezíria do Tejo, para informar que chegara ao fim uma longa carreira dedicada à Educação por aquelas terras. Parabéns!!

Promoção do Sucesso Educativo

Integrada no âmbito do PROGRAMA NACIONAL DE PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR (Resolução do Conselho de Ministros n.º 23/2016), decorreu em Santarém mais uma ação de formação resultante o protocolo estabelecido entre centros de formação de professores da região e o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Integrando uma sessão plenária de natureza mais reflexiva e 4 workshops temáticos, nela estiveram presentes cerca de 80 professores, sendo de realçar a sua forte motivação e empenho no desenvolvimento das atividades propostas. Algumas das planificações realizadas, utilizando o modelo da Biblioteca de Atividades Online, podem ser consultadas aqui ou aqui.

WebCurrículo 2017

Desta vez, lá estaremos, com uma atividade de discussão online sobre estas coisas de ensinar e aprender Com tecnologias digitais! Inscreva-se no site do evento!

CFAE Cenfores

Lá estaremos, no encontro que terá lugar na Escola Básica General Humberto Delgado, em Santo António dos Cavaleiros.

Conferência

Partilha de reflexões sobre Aprender e Ensinar Com Tecnologias na Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, por ocasião das 9.as Jornadas da Língua Portuguesa. Evento organizado pelo Instituto Camões em Moçambique.

Na UP, em Xai-Xai

Palestra sobre Ensinar e Aprender Com Tecnologias para mais de uma centena de futuros professores. Fazendo também o caminho por estas bandas.

MOOC Técnico, balanço

Tempo de partilha e balanço por parte dos professores do Técnico que desenharam e concretizaram os primeiros cursos em formato MOOC. Algo que ajudei a pensar, no contexto do MOOCLab, em 2015, na sua vertente pedagógica e da estrutura curricular. Visitar o site do MOOC Técnico.

Aprendizagens na Rede… Hoje!

A AFIRSE Portugal e o Instituto de Educação promovem mais um ciclo da iniciativa “Conversas à Quinta” que terá lugar nas últimas quintas-feiras dos meses de março, abril e maio de 2017. Orientadas por um investigador e seus convidados, essas conversas decorrem à volta de temáticas atuais relevantes para a análise da realidade educativa nacional suportadas pela investigação. ENTRADA LIVRE!!

   30 de março | 18:00H | Instituto de Educação | Anfiteatro II

_______________ _______________
Joana Viana, Investigadora do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, convida Paulo Dias, Reitor da Universidade Aberta e João Correia de Freitas, Professor da Universidade Nova de Lisboa a conversar sobre As Aprendizagens na Rede como Oportunidade de Transformação da Escola.

APRENDIZAGENS NA REDE COMO OPORTUNIDADE DE TRANSFORMAÇÃO DA ESCOLA
 Continuar a ler "Aprendizagens na Rede… Hoje!"

Um colóquio muito participado


Mais de 300 professores assistiram ao primeiro dia do Colóquio sobre As Aprendizagens das Crianças e Jovens no Século XXI, que decorreu este sábado em Viseu. Oportunidade para relembrar amigos e colegas naquela que foi também foi a minha cidade. E ter o prazer de rever o Sérgio e a Mafalda, licenciados em Ciências da Educação, meus ex-alunos e organizadores do evento. Obrigado pelo convite!

Em abril, em Lisboa

Curricular guidelines for designing, planning and producing MOOC
Fernando Albuquerque Costa
Institute of Education of the University of Lisbon

Abstract: Since its appearance around ten years ago, Massive Open Online Courses (MOOC) are generating a considerable interest from universities and other higher education institutions all over the world. Therefore, a deep reflection on the process of design and production of a MOOC became fundamental, both from an efficient pedagogical point of view of the contents, and from cost-effective production techniques. In this context, we began to work on guidelines based on a recollection of good practices for designing, planning and producing MOOC that could integrate Portuguese higher education curricula in Science, Technology, Engineering, Mathematics (STEM) area. In this talk we will be focused on the design of the pedagogical structure, e.g. presenting the systematization of the guiding principles for making efficient well designed courses for this kind of online learning.

14th International Conference on Teaching, Education and Learning (ICTEL), 23-24 May 2017, Lisbon

19º SIIE – Chamada de trabalhos

O 19º Simpósio Internacional de Computadores na Educação (SIIE) e o 8º Encontro do CIED/III Encontro Internacional do CIED serão realizados, num encontro conjunto, em Lisboa (Escola Superior de Educação de Lisboa, Instituto Politécnico de Lisboa), de 9 a 11 de Novembro de 2017.

O Simpósio Internacional de Informática Educativa (SIIE) é um fórum internacional de apresentação, discussão e reflexão em torno da investigação, desenvolvimento e práticas no domínio das Tecnologias da Informação e da Comunicação em Educação.

As suas várias edições têm decorrido alternadamente entre Espanha e Portugal e têm proporcionado um espaço de encontro e debate entre investigadores, representantes institucionais e educadores, afirmando-se como um evento de referência, especialmente no contexto Ibero-americano.

Na sequência das anteriores Reuniões do CIED, a o 8º Encontro do CIED/III Encontro Internacional do CIED tem como objetivo criar um espaço de reflexão e debate sobre o papel das TIC na educação formal, não formal e informal.

Convida-se à submissão de artigos no âmbito das TIC na educação

Estaremos lá!

Assegurando uma plenária, transversal, sobre tecnologias de informação e comunicação:

O Currículo e o potencial pedagógico das Tecnologias Digitais

Nunca como hoje foi tão pertinente colocar no centro da discussão a relação entre Currículo e Tecnologias. Questionar o que significa essa relação para a comunidade educativa em geral e, em particular, para os professores e educadores, que têm a responsabilidade de decidir o que em cada momento é feito em contexto de aula, é o que no âmbito desta sessão se propõe para reflexão. Se, do ponto de vista curricular, não mais faz sentido a adoção de modelos de organização e de construção do currículo centrados nos conteúdos e na sua transmissão pelo professor, pelo manual escolar ou mesmo por recursos tecnologicamente mais evoluídos, o desafio será precisamente o de conseguir tirar partido do potencial das novas tecnologias para criar oportunidades de aprendizagem mais sugestivas, desafiadoras e consonantes com paradigmas humanistas, em que se privilegia a ação de cada um, a interação com os outros, a criação colaborativa, mas também o acesso direto às fontes, a materiais autênticos, a especialistas, enfim, ao conhecimento na sua forma mais genuína.

Mais uma tentativa!


Smart Leading Edge Entrepreneurship Platform: This project aims to foster student-centred learning methods by developing an integral and holistic e-learning platform, resulting from the integration and extension of several well-known e-learning platforms and technologies to provide new added value for higher education. This new methodological approach will be focused on improving entrepreneurship and entrepreneurial skills of students. To achieve this, SLEET will produce a software platform in collaboration with both academic and business sectors to assure knowledge transfer takes place between them.

Entrega de UFCD

Concluída a produção das UFCD para Blended Learning, foi hoje o momento de apresentação e entrega aos responsáveis do IEFP. Agora é tempo de piloto no terreno em diferentes regiões do país. Em breve, mais notícias sobre o desenvolvimento deste projeto.

Comunicações do ticEDUCA2010

Disponíveis para consulta os RESUMOS de Conferências, Simpósios, Posters e Projectos de Doutoramento, bem como os textos completos das COMUNICAÇÕES apresentadas durante o I Encontro Internacional TIC e Educação, em 2010.

Para citar:

COSTA, Fernando; MIRANDA, Guilhermina; MATOS, João; CHAGAS, Isabel & CRUZ, Elisabete (Orgs.) (2010). Actas do I Encontro Internacional TIC e Educação. Inovação Curricular com TIC [Edição em CD-Rom]. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

aprendercom.org


aprendercom3

 

Reconfigurando o espaço mãe de todas as experiências de aprender Com tecnologias. Aprender e ensinar com tecnologias, investigar sobre aprender e ensinar com tecnologias. Um desafio sempre renovado, um convite para perceber o que pode ser feito e como, a caminho da escola do futuro. Pensando o futuro da escola…

mais um desafio!

aprdig_amadora_final-1024x557Mais uma oportunidade, um desafio, uma responsabilidade! Desbravar terreno, desbravar o caminho, construir uma visão, apostar nas escolas e nos professores!!!

Lançamento oficial

assistencia-seminario

Sessão de abertura do Seminário para lançamento do Projeto Amadora Aprender Digital [1ºCiclo], com a presença da Senhora Presidente da Câmara Municipal e do Senhor Diretor do Instituto de Educação.

2016-06-23-09-46-24

Um pormenor do conjunto de professores participantes, representando todas as escolas do 1ºCiclo do Município da Amadora.

Programação, inovação e criatividade

13002405_10207850570895973_7575323204634170732_o
Encontro Nacional PIC TIC – Programação, Inovação e Criatividade no 1.º CEB e Pré-Escolar.
21 de Maio, Sábado, Universidade de Aveiro, Departamento de Educação.
Uma organização do Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro.

Objectivos: Juntar professores do 1.º CEB e Educadores de Infância, interessados em aprofundar conhecimentos nas áreas da programação, gamificação, narrativas digitais, animação… com as TIC. Criar um espaço de partilha e debate que permita aos professores e educadores fazer um intercâmbio de ideias e experiências proveitoso para todos.

Mais um encontro onde estaremos para trocar ideias com colegas e amigos, participando no conferência inaugural com João Correia de Freitas e Maria José Loureiro, que modera. Num formato muito informal, na linha de um pictic sobre aprendizagem com tecnologias.

Colóquios da Neve

O Centro de Formação da Associação de Escolas da Beira Interior (CFAEBI), em parceria com a Universidade da Beira Interior e a Câmara Municipal da Covilhã promove os Ios Colóquios da Neve na Covilhã, nos dias 29 e 30 de abril de 2016. Vão decorrer no Edifício da Faculdade de Engenharia da Universidade da Beira Interior – Covilhã.

COLÓQUIOS da NEVE – 1º Edição

Uma sala de aula em todo o lado
O Educador no Séc. XXI – ferramentas tecnológicas essenciais
Autonomia do professor e sucesso escolar

  • Como ensinar e aprender no Século XXI?
  • Onde estamos no domínio das TIC?
  • Que caminhos para o sucesso escolar?

Lá estaremos participando num dos painéis, com uma palestra com o título seguinte:

Reflexões sobre o papel do professor e da escola numa sociedade tecnologicamente mais evoluída.

Qualquer que seja o cenário mais ou menos tecnológico que consigamos antecipar, a escola do futuro não deixará de continuar a exigir a ação concertada de um conjunto de áreas determinantes que vão desde a definição do currículo à preparação dos agentes educativos, passando pela ação da liderança das escolas ou da investigação sobre os processos de ensinar e aprender.

Contrariando a ideia inicial de que as tecnologias digitais iriam mais tarde ou mais cedo assumir o controle do processo de ensino, parece ser já hoje cada vez mais evidente a importância da escola, e do professor em particular, na exploração e mediação das aprendizagens a que as tecnologias de informação e comunicação digitais vêm expor os jovens desde as mais tenras idades.

A palestra, integrada no painel “A Educação do futuro: As tecnologias e seu contributo para uma educação sustentada”, pretende ser sobretudo uma achega para a reflexão sobre estas questões, destacando em particular a importância decisiva do papel do professor numa escola e numa sociedade tecnologicamente mais avançadas e cujas implicações importa equacionar.

Reflexões gratificantes…

Uma de muitas reflexões de uma aluna sobre o trabalho que fazemos na Licenciatura em Educação e Formação, logo no 1º ano, com jovens de 18 ou 19 anos e que nos dão grande satisfação. Sobretudo pelo que tem sido a nossa abordagem ao longo dos anos, desde 1996, com uma metodologia assente nos mesmos princípios científicos e pedagógicos fundadores, independentemente das ferramentas usadas.

Unidade Curricular: Tecnologias da Educação e da Formação – Licenciatura em Educação e Formação – 1ºano 1º semestre – Instituto de Educação, Universidade de Lisboa

Continuar a ler “Reflexões gratificantes…”

Agora tb em papel


Esperar e alcançar! Aí está, agora também em impressão em papel. Para distribuir, em primeiro lugar, por cada um dos professores ligados ao projeto em que temos vindo a trabalhar há já alguns anos e que em breve irá ter novos desenvolvimentos: projeto escola digital.

E se os conceitos estiverem trocados?

Um relatório que importa ler atentamente e, sobretudo, criticamente no que se refere aos números apresentados relativamente ao acesso dos alunos a computadores nas escolas em Portugal. Como diria um amigo meu, comecemos por definir “ACESSO”…