GameCourse

Um novo projeto de investigação a dar os primeiros passos!
GameCourse: Melhorando a Aprendizagem na Universidade através da Gamificação (Improving College Learning with Gamification).
Concurso FCT para Projetos de IC&DT em todos os Domínios Científicos 2017.  [PTDC/CCI-CIF/30754/2017].

Ver mais informação sobre o projeto.

Coisas recentes…

Visando o desenvolvimento de produtos formativos flexíveis destinados a jovens e adultos desempregados, através da adaptação  de 2 UFCD do Catálogo Nacional de Qualificações, eis alguns produtos do projeto recentemente concluído para o IEFP:

1) Percursos formativos e respetivos recursos de aprendizagem das UFCD, disponíveis na Plataforma Moodle do IEFP (UFCD 8598 e UFCD 8600)

2) Apresentação do Modelo e Referencial, publicada na Revista D&F

3) Referencial de Formação Pedagógica Contínua de Formadores – Formador de UFCD a Distância (Formato Híbrido)

4) Notícia sobre a apresentação pública do trabalho desenvolvido, no dia 13 de setemnro de 2018, em Coimbra, durante o Seminário Pedagógico “Formação a Distância: Desafios e Oportunidades” organizado pelo IEFP e que contou com a presença do Senhor Secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita.

UFCD a distância

Um modelo de trabalho concebido e desenvolvido nos últimos 2 anos tendo como objetivo a adaptação de unidades de formação de curta duração para um regime de formação e aprendizagem a distância.

Para partilhar e discutir entre pares, amanhã na Universidade de Aveiro, no 1.º Encontro da Secção de EAD da SPCE.

Secção de EAD da SPCE

I Encontro da Secção de Educação a Distância da Sociedade Portuguesa de Ciências de Educação

Cenários e Práticas de Educação Digital

13 de julho, 2018
Departamento de Educação e Psicologia – Universidade de Aveiro

Referencial, Formação Híbrida


 

Concluindo um longo processo de desenvolvimento de recursos de formação para o IEFP, tivemos hoje oportunidade de fazer a entrega formal dos produtos desta segunda fase de colaboração, referente à Formação de Formadores para a concretização de duas UFCD a distância. Trata-se do relatório final da implementação dos cursos de formação de formadores e o respetivo Referencial de Formação a Distância (modelo híbrido). Um trabalho pioneiro da responsabilidade de uma equipa do Instituto de Educação cuja coordenação assegurei e que muito prazer nos deu realizar. Obrigado especial à Carolina Pereira e Elisabete Cruz pela sua dedicação e elevada competência.

Moodle Cloud

Novas experiências de formação em um Moodle de cara lavada. Um Moodle na nuvem e muito mais agradável visualmente.

e-portefólio do formador


Em janeiro, mais uma edição do Workshop sobre Portefólios Eletrónicos para Formadores ETUI. Formadores oriundos dos mais diferentes países da comunidade europeia que pretendem obter certificação equivalente a licenciatura na Universidade de Lille.

Aula Online


Eis o aspeto de uma aula virtual com vídeo em que se percebe a interação, em tempo real, que hoje a largura de banda permite fazer já com bastante qualidade e que acaba por ser essencial na comunicação entre professor e estudantes e entre os próprios estudantes.

Já em 2004 recorríamos, experimentalmente, a esta estratégia de comunicação, na altura através da plataforma Centra.

AAA-StepUp2-ICT

Stepping Up to Technology in Adult Education towards Awareness, Assessment and Access. Um novo projeto, de novo a nível europeu (ERASMUS +), para dar continuidade ao trabalho desenvolvido no LIDIA – Literacia Digital de Adultos.

Uma educação e uma formação de qualidade são fatores importantes para promover um desenvolvimento inteligente, sustentável e inclusivo. A educação de adultos pode contribuir significativamente para atingir esse objetivo. Sendo já uma referência explícita na agenda da UE desde 2006, a qualidade da aprendizagem dos adultos é sublinhada, em 2011, na Renewed  European Agenda for Adult Learning, apontando em particular para a importância de fazer uma melhor utilização das TIC para permitir o acesso a mais pessoas, explorar novas oportunidades para o ensino e a formação a distância e, em última instância, melhorar a qualidade da formação que é proporcionada. Continuar a ler “AAA-StepUp2-ICT”

O dia da Joana


Desenho de um modelo de formação a distância para magistrados. Doutoramento em TIC em Educação. IE ULisboa. Parabéns!

MOOC Técnico, balanço

Tempo de partilha e balanço por parte dos professores do Técnico que desenharam e concretizaram os primeiros cursos em formato MOOC. Algo que ajudei a pensar, no contexto do MOOCLab, em 2015, na sua vertente pedagógica e da estrutura curricular. Visitar o site do MOOC Técnico.

Em abril, em Lisboa

Curricular guidelines for designing, planning and producing MOOC
Fernando Albuquerque Costa
Institute of Education of the University of Lisbon

Abstract: Since its appearance around ten years ago, Massive Open Online Courses (MOOC) are generating a considerable interest from universities and other higher education institutions all over the world. Therefore, a deep reflection on the process of design and production of a MOOC became fundamental, both from an efficient pedagogical point of view of the contents, and from cost-effective production techniques. In this context, we began to work on guidelines based on a recollection of good practices for designing, planning and producing MOOC that could integrate Portuguese higher education curricula in Science, Technology, Engineering, Mathematics (STEM) area. In this talk we will be focused on the design of the pedagogical structure, e.g. presenting the systematization of the guiding principles for making efficient well designed courses for this kind of online learning.

14th International Conference on Teaching, Education and Learning (ICTEL), 23-24 May 2017, Lisbon

Estaremos lá!

Assegurando uma plenária, transversal, sobre tecnologias de informação e comunicação:

O Currículo e o potencial pedagógico das Tecnologias Digitais

Nunca como hoje foi tão pertinente colocar no centro da discussão a relação entre Currículo e Tecnologias. Questionar o que significa essa relação para a comunidade educativa em geral e, em particular, para os professores e educadores, que têm a responsabilidade de decidir o que em cada momento é feito em contexto de aula, é o que no âmbito desta sessão se propõe para reflexão. Se, do ponto de vista curricular, não mais faz sentido a adoção de modelos de organização e de construção do currículo centrados nos conteúdos e na sua transmissão pelo professor, pelo manual escolar ou mesmo por recursos tecnologicamente mais evoluídos, o desafio será precisamente o de conseguir tirar partido do potencial das novas tecnologias para criar oportunidades de aprendizagem mais sugestivas, desafiadoras e consonantes com paradigmas humanistas, em que se privilegia a ação de cada um, a interação com os outros, a criação colaborativa, mas também o acesso direto às fontes, a materiais autênticos, a especialistas, enfim, ao conhecimento na sua forma mais genuína.

Mais uma tentativa!


Smart Leading Edge Entrepreneurship Platform: This project aims to foster student-centred learning methods by developing an integral and holistic e-learning platform, resulting from the integration and extension of several well-known e-learning platforms and technologies to provide new added value for higher education. This new methodological approach will be focused on improving entrepreneurship and entrepreneurial skills of students. To achieve this, SLEET will produce a software platform in collaboration with both academic and business sectors to assure knowledge transfer takes place between them.

Entrega de UFCD

Concluída a produção das UFCD para Blended Learning, foi hoje o momento de apresentação e entrega aos responsáveis do IEFP. Agora é tempo de piloto no terreno em diferentes regiões do país. Em breve, mais notícias sobre o desenvolvimento deste projeto.

Comunicações do ticEDUCA2010

Disponíveis para consulta os RESUMOS de Conferências, Simpósios, Posters e Projectos de Doutoramento, bem como os textos completos das COMUNICAÇÕES apresentadas durante o I Encontro Internacional TIC e Educação, em 2010.

Para citar:

COSTA, Fernando; MIRANDA, Guilhermina; MATOS, João; CHAGAS, Isabel & CRUZ, Elisabete (Orgs.) (2010). Actas do I Encontro Internacional TIC e Educação. Inovação Curricular com TIC [Edição em CD-Rom]. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

IV Encontro Nacional de Formadores

ivenf2016

Forma-te, a Universidade de Aveiro através da UNAVE e a AIDA (Associação Industrial do Distrito de Aveiro), vão realizar, na Universidade de Aveiro, o IV Encontro Nacional de Formadores, no Dia Nacional do Formador, 18 de novembro 2016, com o tema: Tecnologias, Metodologias e Pessoas: Aprendizagem em evolução ou em revolução? O objetivo é o de compreender de que modo as tecnologias poderão afetar o processo de aprendizagem, as metodologias, as práticas e as competências do formador.

O desafio para este encontro é o da ligação. Estamos em tempo de conexões. E de resultados. Para as pessoas! Tomar contacto com a panóplia de tecnologias hoje utilizadas, por mais inusitadas e ousadas que sejam. Assim, ouvir para conhecer, partilhar
para amadurecer e ligar para melhorar.

Para mais informações, consultar página oficial do encontro, em: http://www.encontronacionaldeformadores.pt

Lá estarei também, logo a abrir o evento! No próximo ano, em novembro de 2017, será aqui no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

ETUI 2016

Mais uma realização do Workshop sobre Portefólios Digitais para formadores de toda a Europa (ainda) com 28 países: ePortfolio: an educational and assessment tool. Bruxelas, 2016

2016-06-20-15-41-44

Curso LIDIA aberto!

image

A partir de junho, passa a estar disponível a possibilidade de realização on-line do Curso Dinâmicas de Literacia Digital de Adultos (Curso LIDIA), promovido pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

O curso enquadra-se numa estratégia de difusão das propostas de atividades com tecnologias desenvolvidas no contexto do projeto LIDIA, um projeto recentemente distinguido pela FCT, através da Rede TIC e Sociedade. Este curso tem como principal objetivo ajudar os profissionais a promoverem a literacia digital dos adultos com quem trabalham e dirige-se sobretudo a formadores, animadores, técnicos superiores de educação e técnicos da área social inseridos em contextos de formação formais e não formais que intervêm na mediação e concretização de ações dirigidas a adultos com fraca literacia digital.

Trata-se de um curso realizado totalmente a distância, de forma autónoma e independente, suportado por um guião de trabalho num ambiente online no qual cada formando gere o seu percurso livremente em função da sua disponibilidade. Foi desenvolvido para poder ser realizado por cada um num intervalo médio de 6 semanas, num total de 25 horas de trabalho previsto.
Para se inscrever no curso basta aceder a http://cursolidia.ie.ulisboa.pt/ , clicar no menu “entrar” e fazer um novo registo. O acesso ao curso e a utilização dos recursos é gratuita e não implica avaliação ou certificação final.

A avaliação final do curso é facultativa. No entanto, se pretender ver a sua aprendizagem reconhecida com um Certificado de Formação Profissional, atribuído pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, deve seguir as indicações de avaliação definidas, apresentando, no final, um portefólio eletrónico com os produtos realizados durante a formação. Este processo tem um custo de inscrição formal de 50€.

Para obter informações mais detalhadas sobre o curso, consulte o Guião do Curso LIDIA, disponível em https://goo.gl/0DI661.

CURSO LIDIA

curso lidaTeve hoje início o Curso Dinâmicas de Literacia Digital de Adultos, como perto de 60 participantes inscritos. Esta primeira edição do curso totalmente online e aberto decorrerá ao longo de seis semanas. Depois disso, qualquer pessoa poderá inscrever-se e realizar o curso a qualquer momento. Como se dizia no princípio da febre do e-Learning, um formando pode aceder de qualquer lugar, a qualquer momento, 24 horas sobre 24 horas, 7 dias por semana. Faça-lhe uma visita.

Sessão síncrona

relembrando a prática de sessões síncronas com os estudantes do Mestrado em Ciências da Educação, especialidade de Tecnologias Educativas, há já dez anos atrás…

CONVITE CURSO LIDIA

curso lida Decorrerá entre 18 janeiro 2016 e 22 de fevereiro de 2015, a primeira edição elearning do Curso Dinâmicas de Literacia Digital de Adultos (Curso LIDIA), promovida pelo Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

O curso enquadra-se nas atividades do projeto LIDIA, um projeto recentemente distinguido pela FCT, através da Rede TIC e Sociedade. Tem como principal objetivo ajudar os profissionais a promoverem a literacia digital dos adultos com quem trabalham.

Podem inscrever-se e participar, de forma gratuita, formadores, animadores, técnicos superiores de educação e técnicos da área social inseridos em contextos de formação formais e não formais que, em Portugal, intervêm na mediação e concretização de ações dirigidas a adultos com fraca literacia digital.

A formalização da inscrição pressupõe o preenchimento da Ficha de Pré-inscrição até ao dia 28 de dezembro de 2015, disponível em http://goo.gl/forms/3vLDbwgwWS.

Uma vez que o curso está limitado a 40 vagas, os participantes serão selecionados em função de critérios que assegurem, tanto quanto possível, a concretização dos objetivos previstos. Nesse sentido, serão aplicados 2 critérios de seleção: 1º – Cumprimento dos pré-requisitos previamente estabelecidos. 2º – Ordem de Inscrição.

Para obter informações mais detalhadas sobre o curso, consulte o Guião do Curso LIDIA, disponível em http://goo.gl/AawiZa.

emoocs2016

Europeen MOOCS Stakeholders Summit. Lá estaremos a apresentar o trabalho com o título ENHANCING MOOC VIDEOS: DESIGN AND PRODUCTION STRATEGIES
Author(s) : Guedes da Silva, Alexandre; Moura Santos, Ana; Albuquerque Costa, Fernando; Viana, Joana.

 

O futuro é o (giz) vídeo

Um apontamento da conferência PANOPTO 2015 sobre o futuro do vídeo na aprendizagem na universidade. Sessão muito concorrida, com representantes de diversos países europeus. A PANOPTO é uma plataforma que nasceu na universidade (Carnegie Mellon) para resolver problemas da própria universidade, em tempo de tecnologias poderosas. Como o poder que tem (poderá ter) o vídeo quando na mão de professores, mas também e, talvez, sobretudo, na mão dos estudantes. O vídeo é hoje, afinal, uma tecnologia nativa para os mais novos…

Mais informação sobre o potencial pedagógico do que se está a falar, pode ser visto em muitos exemplos e casos apresentados no site da empresa.

Desenho de mooc

Acaba de ser publicada a obra em que tivemos oportunidade de publicar um texto sobre o desenho de cursos MOOC.

Costa, F., Moura Santos, A., Silva, A. & Viana, J. (2015). Guiões para desenho de cursos mooc. In MEC. Experiências de Inovação Didática no Ensino Superior. Lisboa: MEC. 327-342. novo

Resumo: Desde o seu aparecimento, há cerca de uma dezena de anos, os Massive Open Online Course (MOOC) têm vindo a gerar um interesse considerável no ensino superior a nível mundial, tornando-se fundamental refletir, tanto do ponto de vista pedagógico, como do ponto de vista tecnológico e mesmo dos conteúdos abordados, sobre os procedimentos envolvidos na sua conceção e desenvolvimento. É nesse âmbito que se apresenta o presente trabalho, parte integrante de um projeto de levantamento de boas práticas e de linhas de ação para o desenho, planeamento e produção de MOOC no contexto do ensino superior em Portugal na área de Science, Technology, Engineering, Mathematics (STEM). O principal objetivo é sistematizar princípios orientadores do desenho e da produção de MOOC, com base na reflexão e no trabalho prático que tivemos oportunidade de fazer visando a criação de modelos de guiões para este tipo de cursos, incluindo a elaboração de orientações para a produção de cada uma das suas partes constituintes.

Guiões MOOC

GUIÕES PARA DESENHO DE CURSOS MOOC

Fernando Albuquerque Costa (Instituto de Educação, ULisboa)
Ana Moura Santos (Instituto Superior Técnico, ULisboa)
Alexandre Guedes da Silva (FCHS, Universidade Lusíada de Lisboa)
Joana Viana (Instituto de Educação, ULisboa)

Resumo: Desde o seu aparecimento, há cerca de uma dezena de anos, os Massive Open Online Course (MOOC) têm vindo a gerar um interesse considerável no ensino superior a nível mundial, tornando-se fundamental refletir, tanto do ponto de vista pedagógico, como do ponto de vista tecnológico e mesmo dos conteúdos abordados, sobre os procedimentos envolvidos na sua conceção e desenvolvimento. É nesse âmbito que se apresenta o presente trabalho, parte integrante de um projeto de levantamento de boas práticas e de linhas de ação para o desenho, planeamento e produção de MOOC no contexto do ensino superior em Portugal na área de Science, Technology, Engineering, Mathematics (STEM). O principal objetivo é sistematizar princípios orientadores do desenho e da produção de MOOC, com base na reflexão e no trabalho prático que tivemos oportunidade de fazer visando a criação de modelos de guiões para este tipo de cursos, incluindo a elaboração de orientações para a produção de cada uma das suas partes constituintes.

Palavras-chave: elearning; MOOC; conteúdos educativos digitais; desenho e produção de MOOC.

 

O caminho faz-se devagar…

O caminho faz-se devagar…
(em breve, numa revista perto de si!)

Tratando-se de um convite do Eng. Etelberto Costa, sem dúvida um dos especialistas em e-Learning mais entusiastas no nosso país, não poderia deixar de responder com o meu testemunho sobre o caminho percorrido desde que, em finais dos anos 90, mergulhámos neste mundo novo que representam as tecnologias ao serviço de fins educativos.

Dada a limitação do espaço, ficar-me-ei por relembrar alguns dos momentos mais marcantes do ponto de vista pessoal.

São eles: a escrita de um artigo já diretamente relacionado com o tema do e-learning (1999); a integração da equipa que lançou a Academia Global, um grande projeto pioneiro em Portugal, mas que viria algum tempo mais tarde a ser vítima da chamada “bolha tecnológica” (2000) ; a realização de um curso de especialização nos EUA sobre Skills for eTrainers dirigido pelo maior guru a nível mundial nessa época – Elliot Masie (2000); a visita ao MASIE Center Learning Lab, um edifício construído de raiz para se dedicar integralmente à investigação sobre e-Learning (2000); a criação de uma unidade curricular dedicada ao estudo de Estratégias de Formação Síncrona no curso de mestrado presencial recém criado na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação – Mestrado em Tecnologias em Educação (2004); a criação e orientação de vários Cursos de Verão na Universidade de Lisboa sobre a temática do e-Learning destinado a profissionais de diferentes áreas (2004-2005); a coordenação do Ensino a Distância para a Itinerância, um projeto do Ministério da Educação para filhos de trabalhadores itinerantes poderem fazer a escolaridade do 5º ao 12º anos em Portugal (2010-2013); a escrita de um capítulo de livro, desta feita apresentando e refletindo sobre a experiência enquanto e-Professor de uma unidade curricular totalmente a distância no mestrado de TIC e Educação do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa (2012).

Apenas alguns flashes de uma já longa caminhada, mas em que permanece a sensação de estar tudo por fazer…

MOOC?

SANTOS, Ana; COSTA, Fernando; VIANA, Joana & SILVA, Alexandre (2015). Estratégias para Desenho e Produção de Vídeos para Cursos em formato MOOC. In M.J.Gomes, A. Osório & J. Valente (Eds.), Actas da IX Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Challenges 2015 Meio Século de TIC na Educação. Braga: Centro de Competência da Universidade do Minho. 828-840.

Aprender Online – Guia

 

Os CADs – Círculos de Aprendizagem e Desenvolvimento – são grupos circunscritos de pessoas organizadas em torno de temas e objectivos comuns e que se predispõem a aprender em comunidade, através da partilha, da discussão, da colaboração e com o suporte mais ou menos estruturado de um Animador.

Uma vez que os CAD também usam as potencialidades das ferramentas online, era importante produzir um documento de apoio aos seus participantes. O resultado aí está, na forma de Guia.