Caminhos de Investigação na UAveiro

A convite dos estudantes de doutoramento participei na V Edição das Jornadas/Caminhos de Investigação: “Novos caminhos ou jeitos novos de caminhar?”, organizadas pelos alunos do 2º ano do Programa Doutoral em Educação (PDE), do Departamento de Educação e Psicologia (DEP). A edição deste ano, dada a necessidade de distanciamento social, decorreu via Zoom Colibri no passado dia 03 de julho de 2020 e foi um excelente momento de partilha e reflexão sobre os projetos de doutoramento de cerca de duas dezenas de jovens investigadores da U Aveiro.

Em Odivelas…

Conferência muito participada! Audiência de cerca de 400 professores a lecionarem no município de Odivelas.

As TIC ao serviço do desenvolvimento de competências transversais. Ao serviço do desenvolvimento global do aluno.

SuperTabi 2019

Impressionante!

Mais de 900 professores e educadores numa conferência já com tradição no trabalho de introdução dos tablets na escola. Na Maia.

V Encontro Regional de Associações de Pais

Nos dias 5 e 6 de Abril, em Arruda dos Vinhos irá ter lugar o 5º Encontro Regional de Associações de Pais e Encarregados de Educação, subordinado ao tema «Educação 4.0». Terei todo o gosto em conversar com os pais e encarregados de educação presentes através da participação num painel para o qual tiveram a amabilidade de me convidar sobre ” A Educação na Era Digital”.
Um grande desafio e uma oportunidade para partilhar algumas ideias sobre o que pode ser feito nesta área.

Ler+Qualifica

Mais uma excelente oportunidade de partilhar o trabalho desenvolvido no seio do Projeto LIDIA, em particular o livro e a biblioteca de atividades online, recursos que poderão ser muito úteis aos centros Qualifica por esse país fora. Neste Encontro Nacional, estiveram presentes cerca de cinquenta Centros Qualifica, os primeiros envolvidos na iniciativa conjunta organizada pelo Plano Nacional de Leitura e pelo Programa Qualifica.

Conferência: Carreiras e trajetórias profissionais

Qual vai ser o futuro do trabalho? O que vão ser as carreiras e as novas trajetórias profissionais? E como se perspetivam estas carreiras e trajetórias na idade adulta? Como é que se vai aprender e trabalhar num contexto de digitalização generalizada da economia? Qual vai ser o espaço de intervenção da orientação numa perspetiva de empregabilidade sustentável? Que literacias e competências poderão enriquecer as carreiras na idade adulta? Como tornar a qualificação atrativa e redesenhar/gerir carreiras para públicos mais desfavorecidos? Como conciliar o imperativo de “aprender a aprender” ao longo da vida com as novas formas de trabalho? Como fazer da aprendizagem ao longo da vida um instrumento efetivo de inclusão social para todos?
Serão estas as questões centrais que irão nortear o debate e a discussão deste encontro, especialmente destinado a profissionais e especialistas em educação e formação de adultos.

Programa já disponível para consulta.  As inscrições são gratuitas.

EPALE Conference

EPALE conference 2018: Fostering an inspiring adult learning community.

On 15–16 October in Budapest, Hungary, EPALE organized an pan-European conference with the slogan Growing together: fostering an inspiring adult learning community.

The adult learning event gathered over 250 national government representatives, EPALE members, European stakeholders and representatives from the European Commission.

Aqui, parte da comitiva portuguesa presente no evento.

Privilégio

Um Simpósio que foi um privilégio! Por poder estar entre amigos tão distintos a pensar sobre um tema tão instigador.

Mais um ano com as tecnologias nas mãos dos miúdos!

Mais um encontro dos professores do Projeto Aprender Digital Amadora [1º.Ciclo], desta feita a culminar mais um ano de trabalho no terreno, em que os mais pequenos puderam usar as ferramentas digitais no contexto das suas atividades letivas.

 

Na imagem, a sessão de abertura do encontro. Um encontro que contou também com diferentes especialistas nacionais na área da utilização do digital pelos mais pequenos e em que estiveram presentes cerca de centena e meia de professores e educadores do concelho.

Viseu Educa

IV Fórum Viseu Educa, nos próximos dias 3 e 4 de julho, no Instituto Politécnico de Viseu. Este ano, o evento desenrola-se sob o tema “Quadrilátero da Educação”, tendo por base as quatro principais áreas de atuação do programa municipal VISEU EDUCA: Cidadania, Saber & Inovação, Inclusão e Artes & Multilingue.

Secção de EAD da SPCE

I Encontro da Secção de Educação a Distância da Sociedade Portuguesa de Ciências de Educação

Cenários e Práticas de Educação Digital

13 de julho, 2018
Departamento de Educação e Psicologia – Universidade de Aveiro

Boas Práticas em Línguas


O BabeliUM – Centro de Línguas do Instituto de Letras e Ciências Humanas (ILCH) da Universidade do Minho organiza a III Jornada Boas Práticas em Línguas que se realiza no Auditório do ILCH, campus de Gualtar, no dia 18 de maio de 2018.

Esta Jornada visa criar um espaço de apresentação, partilha e discussão de experiências e de projetos considerados boas práticas no ensino-aprendizagem das línguas, quer das línguas estrangeiras que integram os currículos escolares, quer do Português como língua não materna, no âmbito da promoção do multilinguismo e da interculturalidade em contexto de ensino formal e/ou não formal.

Lá estarei, a convite da organização, para uma conferência plenária subordinada ao tema “Ensinar e Aprender na Era Digital: Desafios para a Escola e para os Professores de Línguas”.

Jornada intergeracional no IEUL

Os alunos da Licenciatura em Educação e Formação do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa (IEUL) voltam este ano a organizar uma Feira Educativa, envolvendo desta vez atividades intergeracionais. Adultos mais idosos e crianças do 1.º Ciclo têm assim oportunidade de participar em conjunto nos diferentes ateliês que estão a ser criados para esse dia.

A feira educativa terá lugar no próximo dia 24 de maio, nas instalações do IEUL.

Conversas à Quinta

Dando continuidade às “Conversas à Quinta”, iniciativa conjunta da AFIRSE Portugal e do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, realizou-se passado dia 30 de novembro mais uma sessão, desta vez sobre Flexibilidade Curricular nas Escolas Portuguesas. Helena Peralta, Investigadora do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, convidou Hélder Pais, Diretor de Serviços de Desenvolvimento Curricular da Direção-Geral de Educação e Ana Cláudia Coelho, Diretora do Agrupamento de Escolas de Alcanena para conversarem sobre O projeto de autonomia e flexibilidade curricular dos ensinos básico e secundário no ano escolar de 2017-2018 (Despacho n.º 5908/2017, de 5 de julho).

o LIDIA na Semana ALV 2017

Apresentação do Projeto LIDIA no primeiro painel do encontro da Semana ALV 2017, dedicado às questões da “Educação de Adultos num Mundo Digital”. O projeto foi apresentado para uma plateia de cerca de 400 pessoas, na sua maioria formadores e professores que trabalham com adultos no nosso país.

Mais a Norte

A convite da Câmara Municipal de Barcelos e da sua rede de Bibliotecas, participaremos em breve no 7º ENCONTRO DE BIBLIOTECAS DE BARCELOS. Bibliotecas em Linh@: Agir, Articular, Transformar.

O evento terá lugar nos próximos dias 20 e 21 de outubro e tem como público alvo todos os professores e educadores dos concelhos de Barcelos e arredores.

11h00 | Aprender e Ensinar com Tecnologias | Fernando Albuquerque Costa

30 anos de AFIRSE em Portugal!!

O XXV Colóquio da AFIRSE Portugal já tem data (1, 2 e 3 de fevereiro de 2018) e título! Será a oportunidade de olhar para o futuro à luz do trabalho de investigação que foi desenvolvido em Portugal no campo da Educação desde que a Secção Portuguesa da AIPELF (depois AFIRSE) iniciou o seu trabalho no nosso país. Pelas mãos de Albano Estrela e Maria Teresa Estrela. Convidamo-lo, pois, a participar no XXV Colóquio da AFIRSE Portugal. Não apenas para nos trazer o contributo do seu trabalho de investigador e de educador, mas também para se juntar a nós neste evento com uma especial importância simbólica.

Conferência plenária

IV ENCONTRO INTERNACIONAL DA CASA DAS CIÊNCIAS
O Currículo e o potencial pedagógico das Tecnologias Digitais

Resumo:
Nunca como hoje foi tão pertinente colocar no centro da discussão a relação entre Currículo e Tecnologias. Questionar o que significa essa relação para a comunidade educativa em geral e, em particular, para os professores e educadores, que têm a responsabilidade de decidir o que em cada momento é feito em contexto de aula, é o que no âmbito desta sessão se propõe para reflexão. Se, do ponto de vista curricular, não mais faz sentido a adoção de modelos de organização e de construção do currículo centrados nos conteúdos e na sua transmissão pelo professor, pelo manual escolar ou mesmo por recursos tecnologicamente mais evoluídos, o desafio será precisamente o de conseguir tirar partido do potencial das novas tecnologias para criar oportunidades de aprendizagem mais sugestivas, desafiadoras e consonantes com paradigmas humanistas, em que se privilegia a ação de cada um, a interação com os outros, a criação colaborativa, mas também o acesso direto às fontes, a materiais autênticos, a especialistas, enfim, ao conhecimento na sua forma mais genuína.

Mesa Redonda Prácticum 

Resumo:
Esta participação na segunda mesa redonda do encontro, teve como objetivo apresentar e refletir sobre os principais eixos estruturantes do modelo instituído na licenciatura em Educação e Formação do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa como estratégia de preparação dos futuros licenciados em educação e formação, enquanto especialistas preparados para intervir, de forma multifacetada e competente, em diferentes contextos educativos e formativos. Constituído por seis seminários semestrais, com um total de 47,5 ECTS, é um modelo em que os estudantes têm a oportunidade de vivenciar e experienciar, de forma progressiva e ao longo do plano de estudos, as diferentes valências de uma preparação que integra, em simultâneo, a aplicação dos conhecimentos teóricos adquiridos no curso e o conhecimento direto de atores e contextos de intervenção.

A propósito, aqui fica uma apresentação muito recente e muito clara sobre a Licenciatura em Educação e Formação oferecida pelo Instituto de Educação da Lisboa.

Aprender Digital

Arranque do Seminário de partilha de práticas. Do trabalho desenvolvido ao longo do ano. Na Seomara Costa Primo, Amadora, com a presença da Senhora Presidente da Cânara Municipal da Amadora e o Diretor do Agrupamento Amadora Oeste. As tecnologias nas mãos dos meninos…

Conferência na Casa das Ciências

Nos próximos dias 10, 11 e 12 de julho de 2017, a Casa das Ciências vai realizar o IV ENCONTRO INTERNACIONAL DA CASA DAS CIÊNCIAS. Um encontro que irá reunir na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa professores interessados no ensino das Ciências, incluindo a Matemática e as Tecnologias da Informação no ensino básico e secundário. Lá estaremos, a convite da organização, para fazer uma conferência plenária especialmente destinada, não a qualquer área das Ciências, mas às próprias Tecnologias de Informação. Ou seja, para professores que, nas escolas, mais diretamente estão ligados ao ensino das Tecnologias da Informação. A minha palestra terá como título “O Currículo e o potencial pedagógico das Tecnologias Digitais“, constituindo, pois, um contributo para que em conjunto possamos refletir sobre como é que as tecnologias podem contribuir para se atingirem os objetivos do currículo nacional, independentemente da área científica que consideremos. A conferência será moderada pelo colega Luís Valente, da Universidade do Minho, também ele um entusiasta desta coisas do ensinar e aprender com tecnologias.

Promoção do Sucesso Educativo

Integrada no âmbito do PROGRAMA NACIONAL DE PROMOÇÃO DO SUCESSO ESCOLAR (Resolução do Conselho de Ministros n.º 23/2016), decorreu em Santarém mais uma ação de formação resultante o protocolo estabelecido entre centros de formação de professores da região e o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Integrando uma sessão plenária de natureza mais reflexiva e 4 workshops temáticos, nela estiveram presentes cerca de 80 professores, sendo de realçar a sua forte motivação e empenho no desenvolvimento das atividades propostas. Algumas das planificações realizadas, utilizando o modelo da Biblioteca de Atividades Online, podem ser consultadas aqui ou aqui.

WebCurrículo 2017

Desta vez, lá estaremos, com uma atividade de discussão online sobre estas coisas de ensinar e aprender Com tecnologias digitais! Inscreva-se no site do evento!

CFAE Cenfores

Lá estaremos, no encontro que terá lugar na Escola Básica General Humberto Delgado, em Santo António dos Cavaleiros.

Em Mortágua

Salas de Aula do Futuro, o tema das Ias Jornadas Pedagógicas. Mais uma oportunidade para conversar com professores interessados e motivados para o uso de tecnologias nas suas práticas.

Conferência

Partilha de reflexões sobre Aprender e Ensinar Com Tecnologias na Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, por ocasião das 9.as Jornadas da Língua Portuguesa. Evento organizado pelo Instituto Camões em Moçambique.

Na UP, em Xai-Xai

Palestra sobre Ensinar e Aprender Com Tecnologias para mais de uma centena de futuros professores. Fazendo também o caminho por estas bandas.

Casa cheia

Auditório da Escola Superior de Educação de Bragança quase repleto de estudantes interessados em ouvir a história do Projeto LIDIA. Foi também a oportunidade de divulgar a Biblioteca de Atividades Online, um recurso que pode ser de grande utilidade para estes futuros professores.

Feira Educativa

Retomando uma iniciativa já experimentada com sucesso há alguns anos no âmbito da Licenciatura e Ciências da Educação, os alunos da nova licenciatura – em Educação e Formação -, irão organizar este ano uma Feira Educativa com atividades para crianças dos 3 aos 12 anos de idade, por ocasião do Dia da Criança (1 de junho).

INCoDe.2030

A iniciativa nacional para as competências digitais deste governo. Apresentada hoje no teatro Thalia, em Lisboa. A explorar com atenção.

Aprendizagens na Rede… Hoje!

A AFIRSE Portugal e o Instituto de Educação promovem mais um ciclo da iniciativa “Conversas à Quinta” que terá lugar nas últimas quintas-feiras dos meses de março, abril e maio de 2017. Orientadas por um investigador e seus convidados, essas conversas decorrem à volta de temáticas atuais relevantes para a análise da realidade educativa nacional suportadas pela investigação. ENTRADA LIVRE!!

   30 de março | 18:00H | Instituto de Educação | Anfiteatro II

_______________ _______________
Joana Viana, Investigadora do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, convida Paulo Dias, Reitor da Universidade Aberta e João Correia de Freitas, Professor da Universidade Nova de Lisboa a conversar sobre As Aprendizagens na Rede como Oportunidade de Transformação da Escola.

APRENDIZAGENS NA REDE COMO OPORTUNIDADE DE TRANSFORMAÇÃO DA ESCOLA
 Continuar a ler "Aprendizagens na Rede… Hoje!"

Um colóquio muito participado


Mais de 300 professores assistiram ao primeiro dia do Colóquio sobre As Aprendizagens das Crianças e Jovens no Século XXI, que decorreu este sábado em Viseu. Oportunidade para relembrar amigos e colegas naquela que foi também foi a minha cidade. E ter o prazer de rever o Sérgio e a Mafalda, licenciados em Ciências da Educação, meus ex-alunos e organizadores do evento. Obrigado pelo convite!

Em abril, em Lisboa

Curricular guidelines for designing, planning and producing MOOC
Fernando Albuquerque Costa
Institute of Education of the University of Lisbon

Abstract: Since its appearance around ten years ago, Massive Open Online Courses (MOOC) are generating a considerable interest from universities and other higher education institutions all over the world. Therefore, a deep reflection on the process of design and production of a MOOC became fundamental, both from an efficient pedagogical point of view of the contents, and from cost-effective production techniques. In this context, we began to work on guidelines based on a recollection of good practices for designing, planning and producing MOOC that could integrate Portuguese higher education curricula in Science, Technology, Engineering, Mathematics (STEM) area. In this talk we will be focused on the design of the pedagogical structure, e.g. presenting the systematization of the guiding principles for making efficient well designed courses for this kind of online learning.

14th International Conference on Teaching, Education and Learning (ICTEL), 23-24 May 2017, Lisbon

19º SIIE – Chamada de trabalhos

O 19º Simpósio Internacional de Computadores na Educação (SIIE) e o 8º Encontro do CIED/III Encontro Internacional do CIED serão realizados, num encontro conjunto, em Lisboa (Escola Superior de Educação de Lisboa, Instituto Politécnico de Lisboa), de 9 a 11 de Novembro de 2017.

O Simpósio Internacional de Informática Educativa (SIIE) é um fórum internacional de apresentação, discussão e reflexão em torno da investigação, desenvolvimento e práticas no domínio das Tecnologias da Informação e da Comunicação em Educação.

As suas várias edições têm decorrido alternadamente entre Espanha e Portugal e têm proporcionado um espaço de encontro e debate entre investigadores, representantes institucionais e educadores, afirmando-se como um evento de referência, especialmente no contexto Ibero-americano.

Na sequência das anteriores Reuniões do CIED, a o 8º Encontro do CIED/III Encontro Internacional do CIED tem como objetivo criar um espaço de reflexão e debate sobre o papel das TIC na educação formal, não formal e informal.

Convida-se à submissão de artigos no âmbito das TIC na educação

Estaremos lá!

Assegurando uma plenária, transversal, sobre tecnologias de informação e comunicação:

O Currículo e o potencial pedagógico das Tecnologias Digitais

Nunca como hoje foi tão pertinente colocar no centro da discussão a relação entre Currículo e Tecnologias. Questionar o que significa essa relação para a comunidade educativa em geral e, em particular, para os professores e educadores, que têm a responsabilidade de decidir o que em cada momento é feito em contexto de aula, é o que no âmbito desta sessão se propõe para reflexão. Se, do ponto de vista curricular, não mais faz sentido a adoção de modelos de organização e de construção do currículo centrados nos conteúdos e na sua transmissão pelo professor, pelo manual escolar ou mesmo por recursos tecnologicamente mais evoluídos, o desafio será precisamente o de conseguir tirar partido do potencial das novas tecnologias para criar oportunidades de aprendizagem mais sugestivas, desafiadoras e consonantes com paradigmas humanistas, em que se privilegia a ação de cada um, a interação com os outros, a criação colaborativa, mas também o acesso direto às fontes, a materiais autênticos, a especialistas, enfim, ao conhecimento na sua forma mais genuína.

Comunicações do ticEDUCA2010

Disponíveis para consulta os RESUMOS de Conferências, Simpósios, Posters e Projectos de Doutoramento, bem como os textos completos das COMUNICAÇÕES apresentadas durante o I Encontro Internacional TIC e Educação, em 2010.

Para citar:

COSTA, Fernando; MIRANDA, Guilhermina; MATOS, João; CHAGAS, Isabel & CRUZ, Elisabete (Orgs.) (2010). Actas do I Encontro Internacional TIC e Educação. Inovação Curricular com TIC [Edição em CD-Rom]. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

LIDIA, internacional

Em Castellón, Espanha, terá lugar nos próximos dias 10, 11 e 12 de novembro 2016, o IV Congreso Internacional de Aprendizaje a lo Largo de la Vida, para o qual o Projeto LIDIA foi convidado. Na conferência de encerramento, no dia 12, teremos oportunidade de apresentar os materiais realizados e o processo que levou à sua concretização, mas sobretudo de partilhar com colegas espanhóis o que aprendemos com esta experiência e refletir em conjunto sobre as estratégias para superar os problemas identificados.

customlogo-gif

IV Encontro Nacional de Formadores

ivenf2016

Forma-te, a Universidade de Aveiro através da UNAVE e a AIDA (Associação Industrial do Distrito de Aveiro), vão realizar, na Universidade de Aveiro, o IV Encontro Nacional de Formadores, no Dia Nacional do Formador, 18 de novembro 2016, com o tema: Tecnologias, Metodologias e Pessoas: Aprendizagem em evolução ou em revolução? O objetivo é o de compreender de que modo as tecnologias poderão afetar o processo de aprendizagem, as metodologias, as práticas e as competências do formador.

O desafio para este encontro é o da ligação. Estamos em tempo de conexões. E de resultados. Para as pessoas! Tomar contacto com a panóplia de tecnologias hoje utilizadas, por mais inusitadas e ousadas que sejam. Assim, ouvir para conhecer, partilhar
para amadurecer e ligar para melhorar.

Para mais informações, consultar página oficial do encontro, em: http://www.encontronacionaldeformadores.pt

Lá estarei também, logo a abrir o evento! No próximo ano, em novembro de 2017, será aqui no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

Ler e Ser… digital

2016-ler-e-ser-no-sec-xxi_-porto-copiar

A convite da AJUDARIS, tive a honra de fazer a conferência inaugural do III Colóquio Internacional Ler e Ser: Os Desafios das Escolas do Século XXI, que se realizou nos dias 7 e 8 de outubro de 2016, na Biblioteca Almeida Garrett. Tendo professores como principais participantes, o evento congregou também representantes das diferentes áreas que melhor se cruzam com os princípios e os objetivos da associação. O meu obrigado pelo convite os parabéns pela ação que a Ajudaris desenvolve no terreno!

TIC@Portugal´16

O TIC@Portugal’16 realizou-se no passado dia 1 de julho de 2016 com sessões partilhadas por videoconferência, em que todos os participantes estão reunidos num vasto “auditório virtual”, na reflexão em torno das práticas com as TIC nas escolas, mas também através de sessões próprias em diferentes locais por todo o país. A EDUCOM convidou professores e educadores a apresentarem publicamente o trabalho que desenvolvem com as TIC nas suas escolas, com especial ênfase para o que envolva situações de utilização das tecnologias em contextos de ensino e aprendizagem e o relato de investigações em curso sobre o uso das TIC em educação.

ticportugal16

Mais uma oportunidade para divulgar os materiais desenvolvidos com o objetivo de contribuir para a inclusão de quantos estão afastados do mundo digital.

A EDUCOM – APTE (Associação Portuguesa de Telemática Educativa). Consultar informação detalhada sobre o TIC@Portugal16.

 

Lançamento oficial

assistencia-seminario

Sessão de abertura do Seminário para lançamento do Projeto Amadora Aprender Digital [1ºCiclo], com a presença da Senhora Presidente da Câmara Municipal e do Senhor Diretor do Instituto de Educação.

2016-06-23-09-46-24

Um pormenor do conjunto de professores participantes, representando todas as escolas do 1ºCiclo do Município da Amadora.

ETUI 2016

Mais uma realização do Workshop sobre Portefólios Digitais para formadores de toda a Europa (ainda) com 28 países: ePortfolio: an educational and assessment tool. Bruxelas, 2016

2016-06-20-15-41-44

Programação, inovação e criatividade

13002405_10207850570895973_7575323204634170732_o
Encontro Nacional PIC TIC – Programação, Inovação e Criatividade no 1.º CEB e Pré-Escolar.
21 de Maio, Sábado, Universidade de Aveiro, Departamento de Educação.
Uma organização do Centro de Competência TIC da Universidade de Aveiro.

Objectivos: Juntar professores do 1.º CEB e Educadores de Infância, interessados em aprofundar conhecimentos nas áreas da programação, gamificação, narrativas digitais, animação… com as TIC. Criar um espaço de partilha e debate que permita aos professores e educadores fazer um intercâmbio de ideias e experiências proveitoso para todos.

Mais um encontro onde estaremos para trocar ideias com colegas e amigos, participando no conferência inaugural com João Correia de Freitas e Maria José Loureiro, que modera. Num formato muito informal, na linha de um pictic sobre aprendizagem com tecnologias.

Educación Informal y su conocimiento

No passado dia 10 de maio de 2016, no âmbito dos Seminários transdisciplinares da área de Currículo, Formação de Professores e Tecnologia, do Instituto de Educação da ULisboa, o Professor José Luis Rodríguez Illera, da Universidade de Barcelona, proferiu uma interessante conferência com o título Revisando la idea de Educación Informal y su conocimiento.

Resumo: Desde hace décadas se repite el discurso que distingue entre educación formal, no formal e informal. Pero en lo que afecta a la educación informal se avanza a paso lento, como si su único interés fuera acabar mejorando la educación escolar. Algo ha cambiado con la sociedad digital y sus tecnologías, que ya ha reformulado otra idea que parecía “débil” (la educación a distancia), pero es el momento para repensar los tipos de aprendizaje que hay en esas distinciones y cómo se organizan socialmente sus resultados.

Workshop LIDIA na APCEP

EDUCAÇÃO PERMANENTE EM TEMPO DE MUDANÇA: SABER PARA TRANSFORMAR. ENCONTRO NACIONAL DA APCEP – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A CULTURA E EDUCAÇÃO PERMANENTE.

No âmbito deste encontro, a equipa do projeto LIDIA terá oportunidade de realizar um Workshop que terá lugar no dia 30, entre as 14h30 e as 16h30, sobre Literacia e Cidadania Digital de Adultos.

Resumo:

Numa sociedade fortemente tecnológica, ganha hoje particular acuidade a questão da integração digital da população adulta, daqueles que há muito saíram da escola e, principalmente, dos que nunca por lá passaram. Alguns dados disponíveis parecem mostrar, aliás, que estamos perante uma situação a merecer especial atenção, nomeadamente no caso dos adultos que, por não terem acesso ou não saberem usar a Internet, se encontram afastados do exercício pleno da cidadania num Portugal livre e democrático.

É nesta linha que este workshop deve ser entendido, procurando dar a conhecer e partilhar o conjunto de recursos que uma equipa do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa recentemente teve oportunidade de desenvolver no âmbito do Projeto LIDIA – Literacia Digital de Adultos (lidia.ie.ulisboa.pt), um projeto financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (Rede TIC e Sociedade). Para a construção desses materiais e partindo do princípio que o domínio de competências digitais pode contribuir para diminuir o fosso digital daqueles grupos, a linha de orientação seguida foi a de pensar que isso trará vantagens relacionadas com uma vida independente e saudável, podendo levar à participação dos adultos em outras atividades de aprendizagem e outros empregos, mas sobretudo incrementando a sua autonomia e sua auto-estima e, desse modo, melhorando a sua qualidade de vida.

Para além de uma breve apresentação e reflexão sobre a problemática da inclusão digital de adultos no nosso país, é feito o convite aos participantes para exploração guiada dos materiais produzidos e, com base no modelo utilizado, iniciarem o processo de criação de novas atividades de inclusão digital adequadas às necessidades dos adultos com quem trabalham.

Duração prevista: 2 horas (14:30-16:30H)
Equipa dinamizadora: Joana Viana, Carolina Pereira, Catarina Gonçalves e Elisabete Cruz, Fernando Albuquerque Costa – Instituto de Educação, Universidade de Lisboa.
Equipamento: Não sendo condição, será útil que os participantes possam ter consigo os seus dispositivos móveis (smartphones, tablets, portáteis).

Colóquios da Neve

O Centro de Formação da Associação de Escolas da Beira Interior (CFAEBI), em parceria com a Universidade da Beira Interior e a Câmara Municipal da Covilhã promove os Ios Colóquios da Neve na Covilhã, nos dias 29 e 30 de abril de 2016. Vão decorrer no Edifício da Faculdade de Engenharia da Universidade da Beira Interior – Covilhã.

COLÓQUIOS da NEVE – 1º Edição

Uma sala de aula em todo o lado
O Educador no Séc. XXI – ferramentas tecnológicas essenciais
Autonomia do professor e sucesso escolar

  • Como ensinar e aprender no Século XXI?
  • Onde estamos no domínio das TIC?
  • Que caminhos para o sucesso escolar?

Lá estaremos participando num dos painéis, com uma palestra com o título seguinte:

Reflexões sobre o papel do professor e da escola numa sociedade tecnologicamente mais evoluída.

Qualquer que seja o cenário mais ou menos tecnológico que consigamos antecipar, a escola do futuro não deixará de continuar a exigir a ação concertada de um conjunto de áreas determinantes que vão desde a definição do currículo à preparação dos agentes educativos, passando pela ação da liderança das escolas ou da investigação sobre os processos de ensinar e aprender.

Contrariando a ideia inicial de que as tecnologias digitais iriam mais tarde ou mais cedo assumir o controle do processo de ensino, parece ser já hoje cada vez mais evidente a importância da escola, e do professor em particular, na exploração e mediação das aprendizagens a que as tecnologias de informação e comunicação digitais vêm expor os jovens desde as mais tenras idades.

A palestra, integrada no painel “A Educação do futuro: As tecnologias e seu contributo para uma educação sustentada”, pretende ser sobretudo uma achega para a reflexão sobre estas questões, destacando em particular a importância decisiva do papel do professor numa escola e numa sociedade tecnologicamente mais avançadas e cujas implicações importa equacionar.

à volta de PLE

Explorando o conceito de ambiente pessoal de aprendizagem no contexto do ensino superior: estratégias de trabalho e resultados, dia 20 de abril, entre as 15h00 e as 18h00, na Sala do Senado, Edifício Central da Reitoria, UA.

A sessão dinamizada por Fernando Albuquerque Costa, do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, insere-se nas ações a realizar no âmbito do Projeto FICA, que está a ser desenvolvido na Universidade de Aveiro e que tem como objetivo geral contribuir para a melhoria do sucesso académico e a diminuição do abandono escolar.

Pretendemos nesta sessão promover um espaço de discussão e debate à volta do conceito de ambiente pessoal de aprendizagem, e como este poderá ser explorado em contexto do ensino superior.

A sessão é aberta a todos os docentes, diretores de curso e outros membros da comunidade interessados em contribuir para a melhoria da qualidade da formação na UA

EPALE ainda

Participação na mesa redonda organizada no âmbito da iniciativa Aprendizagem ao Longo da Vida- Sessão de Reconhecimento ao Saber feito em Portugal em palcos europeus. Oportunidade para apresentar a plataforma EPALE a quem trabalha na área da formação e aprendizagem ao longo da vida. Com gente importante dos programas de financiamento em Portugal e não só:

  • Domingos Lopes, Presidente da Comissão Diretiva do POISE
  • Susana Oliveira, Vice-Pres. da EAEA – European Association for Adult Education
  • Luis Costa, Diretor Executivo da ANESPO
  • Fernando Albuquerque Costa, IE da ULisboa
  • Carlos Fonseca, Técnico do IEFP
  • Félix Esménio, Vogal da Comissão Diretiva do POCH
    Moderadora: Ana Cláudia Valente, CEPCEP, UCP

Organização da APG
Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
15 de abril 2016

SIMEDUC

brasil
​A convite do Prof. Dr. Ronaldo Nunes Linhares, coordenador do GECESGrupo de Estudos e Pesquisa Comunicação, Educação e Sociedade, eis mais uma oportunidade para partilhar o nosso trabalho com colegas brasileiros. Desta feita, em Aracajú, no estado de Sergipe. Mais informação sobre o SIMEDUC, aqui: http://simeduc.geces.com.br/

Seminário Internacional

cidadania digital

Irá ter lugar no próximo dia 26 de fevereiro de 2016, um Seminário Internacional sobre Cidadania Digital, organizado no âmbito das atividades do Projeto LIDIA – Literacia Digital de Adultos.

Este seminário contará com especialistas espanhóis e portugueses na área da literacia e inclusão digitais de adultos, para além de testemunhos apresentados por formadores que frequentaram a primeira edição do Curso LIDIA e que, no terreno, puderam trabalhar com adultos aplicando propostas de atividades em situações reais nos seus contextos.

Contaremos também com a presença de um responsável pela Rede TIC e Sociedade, entidade que financiou o projeto LIDIA.

Desde já se convidam todos os interessados em participar no evento. A entrada é livre, embora sujeita a inscrição prévia, uma vez que os lugares são limitados. Pode fazer a sua inscrição, preenchendo este formulário.

Continuar a ler “Seminário Internacional”

#ticEDUCA2016

#ticEDUCA2016. Em 2016, o congresso ticEDUCA adopta o tema ‘Digital Technologies & Future School’ e tem como objetivos:

  • divulgar práticas de inovação educativa onde as tecnologias e os ambientes online assumem um papel relevante
  • disseminar resultados de investigação no domínio da educação e formação com tecnologias digitais, numa perspetiva de construção de novas linhas de investigação e desenvolvimento
  • estimular a reflexão crítica sobre modelos, espaços e estratégias de ação para a formação inicial e contínua de professores
  • contribuir para a análise e desenvolvimento de linhas de orientação curricular inovadoras que contribuam para a construção da escola do século XXI.

emoocs2016

Europeen MOOCS Stakeholders Summit. Lá estaremos a apresentar o trabalho com o título ENHANCING MOOC VIDEOS: DESIGN AND PRODUCTION STRATEGIES
Author(s) : Guedes da Silva, Alexandre; Moura Santos, Ana; Albuquerque Costa, Fernando; Viana, Joana.

 

lidia

siie2015

Projeto LIDIA – Literacia Digital de Adultos esteve no XVII Simpósio de Informática Educativa, que teve lugar em novembro no Instituto Politécnico de Setúbal.

Este artigo apresenta um estudo exploratório dedicado ao levantamento de situações em que o cidadão adulto encontra dificuldades para exercer a sua autonomia por não saber utilizar as tecnologias. No quadro de uma metodologia de desenvolvimento, foi aplicado um questionário a 106 sujeitos adultos, com idades compreendidas entre os 26 e os 92 anos, residentes em Portugal. Da análise realizada, foi possível apurar 13 categorias de interesses no âmbito da literacia digital de adultos, destacando-se um conjunto de referências que remetem para interesses relacionados com o desejo de tratar de questões burocráticas através da Internet. Estes resultados constituem o fundamento para a elaboração de dinâmicas formativas destinadas à promoção da cidadania digital, a desenvolver em torno de seis grandes domínios de aprendizagem: 1) Informação; 2) Comunicação; 3) Produção; 4) Lazer; 5) Dia-a-dia; e 6) Segurança e Identidade Digital. Este último considerado de natureza transversal, devendo por isso ser trabalhado de forma integrada a um ou mais domínios de aprendizagem.

UB


Aproveitando a oportunidade para participar no “tribunal” do doutoramento da Cristina Galván, com uma tese sobre portefólios digitais no ensino superior (El desarrolho del conocimiento metacognitivo en los portafolios digitales de Educación Superior), tive oportunidade de fazer uma conferência convidada sobre o que andamos a fazer, nomeadamente no âmbito dos projetos TACCLE2 e LIDIA, na elaboração de atividades com tecnologias. Título da “charla”: Propostas pedagógicas para ensinar e aprender com tecnologias digitais.

Formação de Professores

Mesmo que não tenham podido estar presentes, há um livrinho que contém o essencial do que foi dito pelos conferencistas😀. Basta procurar nas mais recentes edições da ffms sobre o tema. 

Em síntese, tivemos oportunidade de ouvir uma italiana apressada, um espanhol speedado e um professor português com 43 anos de experiência no secundário que afirma que há dois tipos de ciência: a ciência mesmo ciência e as ciências da educação. E que esta é uma profissão de vocação, que está nos genes, enfim, tive mesmo de sair…

O futuro é o (giz) vídeo

Um apontamento da conferência PANOPTO 2015 sobre o futuro do vídeo na aprendizagem na universidade. Sessão muito concorrida, com representantes de diversos países europeus. A PANOPTO é uma plataforma que nasceu na universidade (Carnegie Mellon) para resolver problemas da própria universidade, em tempo de tecnologias poderosas. Como o poder que tem (poderá ter) o vídeo quando na mão de professores, mas também e, talvez, sobretudo, na mão dos estudantes. O vídeo é hoje, afinal, uma tecnologia nativa para os mais novos…

Mais informação sobre o potencial pedagógico do que se está a falar, pode ser visto em muitos exemplos e casos apresentados no site da empresa.

RED no futuro?

educereA Heliana irá estar presente no XII Congresso Nacional de Educação, no Paraná, Brasil, com uma comunicação que decorreu do pós-doutoramento que fez connosco, com o título “RECURSOS EDUCATIVOS DIGITAIS NO FUTURO: PERSPECTIVAS DE PROFESSORES, EDUCADORES E ESPECIALISTAS”.  O trabalho foi aceite como Comunicação pela Comissão Científica para apresentação e publicação nos anais do XII EDUCERE, III SIRSSE, V SIPD – Cátedra UNESCO e IX ENAEH, com a temática “2. Comunicação e Tecnologia” , que será realizado de 26 a 29 de outubro de 2015, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná/PUCPR – Campus Curitiba – Brasil

1º Encontro Rede TIC e Sociedade

Vídeo de apresentação do projeto TACCLE2, um dos projetos a que foi atribuído o Prémio Inclusão e Literacia Digital 2014 da FCT – Rede TIC e Sociedade.

Dele viria a resultar um projeto novo, desta feita alargando a elaboração de atividades com tecnologias para todos os que de alguma maneira trabalham ou estão ligados a adultos – Projeto LITERACIA DIGITAL DE ADULTOS (LIDIA), cujos resultados, provisórios, irão ser apresentados, no próximo dia 23 de setembro no 1º Encontro da Rede TIC e Sociedade.

Prémio Inclusão e Literacia Digital 2014: Apresentação de Resultados Intercalares dos Projetos Altamente Meritórios com Replicação ou Expansão
Centro de Congressos de Lisboa, 23 de Setembro, 16H30m

O 1º Encontro da Rede TIC e Sociedade realizar-se-á durante o “eShow Portugal”, evento de dois dias, 22 e 23 de setembro, no âmbito da “Portugal Internet Week’15”, no Centro de Congressos de Lisboa (antiga FIL). Aí será dada a conhecer também a Estratégia Nacional para a Inclusão e Literacia Digitais (ENILD).

DIA DO IE

Cerimónia de abertura do Dia do Instituto de Educação, com a presença do senhor Reitor da Universidade de Lisboa e do senhor Reitor Honorário da mesma universidade e professor no IE, doutor António Nóvoa. 

 

escola digital ainda

COSTA, Fernando; CRUZ, Elisabete; VIANA, Joana; BRITO, Rita & RODRIGUEZ, Carla (2015). Conceções e Expectativas de Professores eEducadores de Infância a Propósito do Conceito de Escola Digital. In M.J.Gomes, A. Osório & J. Valente (Eds.), Actas da IX Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Challenges 2015. Meio Século de TIC na Educação. Braga: Centro de Competência da Universidade do Minho. 1211-1225.

MOOC?

SANTOS, Ana; COSTA, Fernando; VIANA, Joana & SILVA, Alexandre (2015). Estratégias para Desenho e Produção de Vídeos para Cursos em formato MOOC. In M.J.Gomes, A. Osório & J. Valente (Eds.), Actas da IX Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Challenges 2015 Meio Século de TIC na Educação. Braga: Centro de Competência da Universidade do Minho. 828-840.

O que ainda não foi feito

Conferência inaugural dos Challenges pelo Professor Dias de Figueiredo. Começando pela arqueologia das TIC em Portugal. Onde se fala do telex que deu origem ao projeto Minerva… Inovar pelas margens e não pelo centro…

challenges

TACCLEvfinal

COSTA, Fernando;  CRUZ, Elisabete & RODRIGUEZ, Carla (2015). TACCLE2 – Propostas de Atividades Didáticas Com Tecnologias Digitais. In M.J.Gomes, A. Osório & J. Valente (Eds.), Actas da IX Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Challenges 2015. Meio Século de TIC na Educação. Braga: Centro de Competência da Universidade do Minho. 1062-1067.

Em Tomar

Comunicação: O Currículo e o Desafio das Tecnologias Digitais

Nunca como hoje foi tão pertinente colocar no centro da discussão a relação entre Currículo e Tecnologias. Ou seja, a relação entre a necessidade sentida de novos e mais estimulantes ambientes de aprendizagem e o potencial das tecnologias digitais para fazer e aprender de modo diferente, nomeadamente ao nível da comunicação e expressão de ideias, mas também em termos de acesso à informação e ao conhecimento. O que significa essa relação para a comunidade educativa em geral e, em particular, para quem tem a responsabilidade de decidir o que em cada momento é feito em contexto de aula, é o que no âmbito desta sessão se propõe para reflexão.

Se, do ponto de vista curricular, não mais faz sentido a adopção de modelos de organização e de construção do currículo centrados nos conteúdos e na sua transmissão pelo professor, pelo manual escolar ou mesmo por recursos tecnologicamente mais evoluídos, o desafio será precisamente o de conseguir tirar partido do potencial das novas tecnologias para criar oportunidades de aprendizagem mais sugestivas, desafiadoras e consonantes com paradigmas em que se privilegia a acção de cada um, a interacção com o outro, a criação colaborativa, mas também o acesso direto às fontes, a materiais autênticos, a especialistas, enfim, ao conhecimento na sua forma mais genuína.

  • Que mudanças do ponto de vista metodológico terão de verificar-se nos processos de ensinar e de aprender?
  • Que competências deverão ter professores e educadores para o poderem fazer com sucesso?
  • Que recursos tecnológicos é necessário desenvolver para sustentar e permitir a adopção daqules novos paradigmas?

Eis algumas das questões que podem colocar-se como estímulo à reflexão e à discussão no âmbito deste painel. 

Seminário

cartazSeminario

O seminário TRANSVERSALIDADE E CULTURA DIGITAL, organizado no âmbito da atividade científica do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, foi pensado como um espaço de partilha, discussão e aprofundamento dos desafios que se colocam à integração de tecnologias digitais na educação e na formação para o exercício de uma cidadania plena. Com base e inspiração no trabalho que tem sido desenvolvido no seio dos projetos TACCLE2 e escol@digit@l e, mais recentemente, no contexto do projeto Literacia Digital de Adultos (LIDIA), é uma oportunidade para debater questões centradas na relação entre transversalidade, cultura e cidadania digital.
Destina-se a docentes, alunos de pós-graduação e profissionais de instituições que pretendam desenvolver atividades formativas orientadas para uma vivência ativa da cidadania com tecnologias digitais. A participação é gratuita mas, dada a capacidade limitada de lugares, requer inscrição prévia. Os interessados deverão fazer a sua fazer a sua inscrição, preenchendo o formulário disponível no sítio do IEUL.

Questões e desafios

Um final de tarde bem passado, com a companhia da Prof. Teresa Leite, da ESE de Lisboa, falando de Currículo e Diferença. Neste encontro, aproveitei para dar início à disseminação dos livros com atividades produzidos no Projeto TACCLE2, tendo oferecido uma coleção aos responsáveis de cada um dos agrupamentos presentes (D. Sancho I e Marcelino Mesquita) para as respetivas bibliotecas escolares.

TACCLE2, projeto

Aprender e Ensinar Com Tecnologias
A propósito de um Encontro de Professores e de Educadores
Auditório da Biblioteca Municipal, Rio Maior, 11 de outubro de 2014

A tarefa de levar os professores a utilizarem o potencial das tecnologias digitais com os seus alunos é, tal como todas as outras em Educação, uma tarefa sempre inacabada e a cada vez renovada. Por mais trabalho que seja feito, e muito trabalho já foi desenvolvido nesta área no nosso país, parece que estamos continuamente a dar os primeiros passos. Ou porque há novos professores interessados em fazer as suas primeiras experiências, ou porque todos os dias surgem novas ferramentas ou novas propostas sobre o que com elas pode ser feito na escola.

No fundo, é também o que se passa com os materiais desenvolvidos no seio do projeto TACCLE2, e com o encontro de professores e educadores previsto para o próximo dia 11 de outubro em Rio Maior. Um encontro cujo objetivo imediato é divulgar, junto da comunidade escolar, os 5 livros de atividades com tecnologias produzidos no âmbito do projeto TACCLE2, mas que constitui sobretudo uma oportunidade para estimular professores e educadores a fazerem o caminho que esses recursos poderão despoletar.

Livros que testemunham o que outros colegas por essa europa já fazem com os seus alunos com tecnologias digitais, mas que esperamos que funcionem principalmente como incentivo à exploração e à experimentação das diferentes atividades sugeridas, por cada um dos professores e educadores que participarão no encontro.

Atividades que têm como denominador comum colocarem as tecnologias nas mãos dos alunos, dando-lhes outro fôlego para aprender. Aprender coisas novas, aprender de outra maneira. Com a segurança e competência que só as aprendizagens adquiridas na escola costumam proporcionar, mas permitindo também outras aventuras na aventura de aprender. Com mais autonomia e, sobretudo, com maior envolvimento e participação de cada um.

Para concluir, e para além do convite que aqui lhe deixamos para participar no referido encontro, gostaria de sublinhar a importância da parceria que, para esta iniciativa, foi possível estabelecer entre as várias entidades que participam na sua organização, o Agrupamento de Escolas Fernando Casimiro Pereira da Silva, de Rio Maior, o CFAE Lezíria Oeste, o ccTIC da Escola Superior de Educação, o Instituto Politécnico de Santarém e o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

Informação detalhada sobre o encontro em http://cctic.ese.ipsantarem.pt/taccle/

Fernando Albuquerque Costa
Universidade de Lisboa

 

DOI

Aqui fica um marco digital para que possam referenciar e divulgar junto de quem se interessa por estas coisas de perceber como será uma “escola digital”.
Basta clicar no DOI: 10.1109/CICEM.2013.6820188

E para quem quer saber mais sobre o DOI, esta excelente ferramenta…

Histórias criativas!


Foi uma manhã muito produtiva e muito divertida!  Em primeiro lugar queremos dar os parabéns a todos os estudantes que estiveram na atividade Aprender Tecnologia, realizada no Instituto de Educação, no âmbito do Verão na ULisboa’14. Aqui fica a lista das histórias produzidas em apenas cerca de duas horas e meia:

  • A minha Arte
  • 1ª Semana no Verão ULisboa’14
  • Uma viagem a Barcelona
  • Ciências ou Artes?
  • Mission Impossible
  • Um Laboratório ao ar livre
  • Três Pandas e um Obama
  • Viagem pela Europa
  • Manas Silvas

Quem quiser espreitar, pode fazê-lo em: https://www.youtube.com/user/teieul
Fazemos votos para que continuem a divertir-se muito a aprender!

Leitura e Digital

20140701-165259-60779212.jpg
Na Biblioteca Municipal de Alcobaça, numa mesa redonda com a Teresa Pessoa, sobre Leitura e Digital, para professores bibliotecários da região. Um público muito interessado e participativo!!

ENCONTRO VIRTUAL DE EDUCAÇÃO

Mais uma oportunidade para partilhar as nossas ideias sobre as tecnologias na escola e sobre a formação de professores. Desta feita, no encontro promovido pelo II ENLECE – Linha de Pesquisa Educação, Currículo e Ensino da UFC – Universidade Federal do Ceará. Debate sobre Currículo, Conhecimento, Subjetividade e Cultura  – 28/4/2014 – 2a – 20h-22h (GMT -3).

11º Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância

A Universidade Federal de Santa Catarina, através do Núcleo Multiprojetos de Tecnologia Educacional – NUTE realiza a 11ª edição do Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (ESUD), de 05 a 08 de agosto de 2014, em Florianópolis. O congresso, que vem com o tema “Pesquisa na EaD: reflexões sobre teoria e prática”, está com inscrições abertas para submissão de artigos.

O ESUD é uma realização anual da Associação Universidade em Rede (UniRede), e será uma oportunidade para debater e compartilhar questões sobre a teoria e a prática da EAD aplicadas atualmente em diferentes regiões do Brasil e em outros países, pois o evento receberá trabalhos em português, inglês e em espanhol.

Lá estaremos!

 

Jornadas pedagógicas

Mais uma iniciativa de carácter pedagógico na ULisboa em que iremos participar: Jornadas Pedagógicas do Técnico

20140115-062429.jpg

Tecnologias digitais no ensino superior. Potencial e desafios à inovação curricular
Fernando Albuquerque Costa
Instituto de Educação, ULisboa

Devido à cada vez maior generalização e apropriação social das tecnologias digitais, já não é hoje tão questionada a sua integração na universidade, nomeadamente nas actividades de natureza curricular.
Isso não significa, no entanto, que os professores estejam suficientemente convencidos da sua relevância para a aprendizagem e se sintam suficientemente preparados para o fazerem. Por outro lado, introduzir as tecnologias digitais nas suas práticas lectivas, e nas dos seus alunos, traz novas questões pedagógicas e didácticas, sendo necessário encontrar estratégias de desenvolvimento profissional que lhes permitam experimentar e enquadrar o computador ao serviço de uma aprendizagem de qualidade, tanto do ponto de vista do acesso ao saber, como em termos de metodologias de trabalho.
Esta comunicação, integrada numa discussão mais ampla sobre questões de natureza pedagógica, tem como objetivo contribuir para a identificação do potencial das tecnologias digitais para o ensino e a aprendizagem no ensino superior, questionando os desafios que isso implica em termos de inovação curricular, nomeadamente em termos de mudança de estratégias de trabalho ao nível da sala de aula mas também fora dela.

Repensar a escola…

Mais uma bela oportunidade para discutir algumas ideias sobre o papel das tecnologias digitais na escola, em particular, a questão que nos remete para a transformação do modo como se ensina e se aprende…

SessãoAlmada2014a

Muita gente, entusiasmo grande… ali para os lados de Almada.

Práticas de qualidade

PraticasQualidade

Seminário “Práticas de Qualidade: Resultados no Ensino Superior”. Estaremos lá apresentando o trabalho que temos feito, desde há alguns anos a esta parte, em especial nas nossas disciplinas de licenciatura e de mestrado.

Nome da prática: escol@21 – aprender em ambiente personalizadoDescrição: Estudo sobre o modo como um grupo de estudantes de licenciatura percepcionou o trabalho autónomo desenvolvido na gestão dos seus próprios espaços individuais de aprendizagem a partir da Escola 2.0, um espaço de trabalho online, aberto, de suporte à actividade desenvolvida pelos estudantes no âmbito de algumas unidades curriculares de licenciatura, mestrado e doutoramento do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

Mesa Redonda

O meu contributo para a discussão sobre PLE na mesa redonda que encerrou o Seminário sobre Entornos Personales de Aprendizaje en contextos institucionales. Universidad de Barcelona, 28 e 29 outubro de 2013.
20131030-214930.jpg

Towards….

20131003-172428.jpg

Uma boa assistência, muito interesse no projecto, mas viríamos a descobrir, no período para questões, quão diferentes são as escolas neste lado do mundo, no que a equipamentos disponíveis para os alunos diz respeito. Um motivo mais para caminhar towards…

Narrativas transmédia

20130916-115317.jpg

@eloisabranco: Transmedia Storytelling: creating new educational scenarios #transmediastorytelling#GREATLX @miragens @eloisabranco http://t.co/1J9Qz1CYke

SACAUSEF

A terminar o ano, ainda tempo para responder a um convite!
Seminário sobre Utilização e Avaliação de Software Educativo, promovido pela DGIDC – Ministério da Educação e organizado com a colaboração da Universidade de Évora.

Revisitar alguns dos escritos elaborados no seio do Projecto PEDACTICE e verificar que se mantém actual grande parte das questões que até ao último ano do século passado nos tinham envolvido tão intensamente. Ah! E já agora, pode ler um pequeno texto que escrevi para a ocasião.

SIIE em Cáceres

Cáceres era uma cidade onde nunca tinha ido, pois passava sempre ao lado!…
Desta vez, a oportunidade era mesmo ir até lá expressamente para assitir ao 6º Simpósio Internacional de Informática Educativa (SIIE) .

Algumas comunicações interessantes, rever alguns amigos, alguns que não via há muitos anos! É o caso da Isabel, dos tempos do Minerva do GEP… Cidade-Surpresa, especialmente na parte mais antiga, monumental. Mais importante é que o próximo Simpósio será em Portugal (Leiria).

Por terras da Irlanda

Para além de muito interessante pela visita a Dublin, foi uma reunião muito produtiva. Conheceram-se pessoas novas de toda a Europa, especialmente dos países recentemente entrados na União, mas também da Turquia…

A propósito da The Learning Teacher network, mais uma oportunidade para delinear novos projectos Coménius e a constituição de um grupo muito giro.

Ah, boa comida em Dublin, para já não falar da Guiness, do Jameson e daqueles Pubs todos!…

Projectos pioneiros em Portugal

Utilizar as tecnologias de comunicação que a internet veio possibilitar, começa a ser uma prática corrente na formação, mesmo depois do “efeito  moda” que temos vivido nos últimos tempos. Sobretudo porque, na ânsia de não perderem o combóio do desenvolvimento tecnológico, grande parte das empresas e profissionais da formação profissional, se apressaram a transpor para suporte digital muitos dos materiais e práticas que utilizavam em sala.

No entanto, utilizar essas mesmas tecnologias não com o intuito de formação no sentido clássico do termo, mas com objectivos de aprendizagem e desenvolvimento pessoal e profissional de um conjunto de pessoas, não tem sido uma estratégia muito comum, até porque, por mais exigente, não se compadeceria com a mera transposição de materiais muitas vezes “bolorentos” e comprometidos com estratégias curriculares mais fechadas, mais directivas, menos participadas…

Vem isto a propósito de um projecto pioneiro que decorreu nos últimos 6 meses em Portugal e que hoje teve a sua sessão de encerramento num hotel da capital.  Dele daremos conta aqui talvez num próximo “post”…