Projectos pioneiros em Portugal

Utilizar as tecnologias de comunicação que a internet veio possibilitar, começa a ser uma prática corrente na formação, mesmo depois do “efeito  moda” que temos vivido nos últimos tempos. Sobretudo porque, na ânsia de não perderem o combóio do desenvolvimento tecnológico, grande parte das empresas e profissionais da formação profissional, se apressaram a transpor para suporte digital muitos dos materiais e práticas que utilizavam em sala.

No entanto, utilizar essas mesmas tecnologias não com o intuito de formação no sentido clássico do termo, mas com objectivos de aprendizagem e desenvolvimento pessoal e profissional de um conjunto de pessoas, não tem sido uma estratégia muito comum, até porque, por mais exigente, não se compadeceria com a mera transposição de materiais muitas vezes “bolorentos” e comprometidos com estratégias curriculares mais fechadas, mais directivas, menos participadas…

Vem isto a propósito de um projecto pioneiro que decorreu nos últimos 6 meses em Portugal e que hoje teve a sua sessão de encerramento num hotel da capital.  Dele daremos conta aqui talvez num próximo “post”…