UB


Aproveitando a oportunidade para participar no “tribunal” do doutoramento da Cristina Galván, com uma tese sobre portefólios digitais no ensino superior (El desarrolho del conocimiento metacognitivo en los portafolios digitales de Educación Superior), tive oportunidade de fazer uma conferência convidada sobre o que andamos a fazer, nomeadamente no âmbito dos projetos TACCLE2 e LIDIA, na elaboração de atividades com tecnologias. Título da “charla”: Propostas pedagógicas para ensinar e aprender com tecnologias digitais.

O futuro é o (giz) vídeo

Um apontamento da conferência PANOPTO 2015 sobre o futuro do vídeo na aprendizagem na universidade. Sessão muito concorrida, com representantes de diversos países europeus. A PANOPTO é uma plataforma que nasceu na universidade (Carnegie Mellon) para resolver problemas da própria universidade, em tempo de tecnologias poderosas. Como o poder que tem (poderá ter) o vídeo quando na mão de professores, mas também e, talvez, sobretudo, na mão dos estudantes. O vídeo é hoje, afinal, uma tecnologia nativa para os mais novos…

Mais informação sobre o potencial pedagógico do que se está a falar, pode ser visto em muitos exemplos e casos apresentados no site da empresa.